quinta-feira, 21 de novembro de 2013

Opa!

Então, né. Há alguns anos escrevo uns contos doidos aê. Contos, poemas, romances etc. Tudo começou quando eu escrevia - ou pensava que escrevia - letras para uma banda de doom metal que nunca se concretizou, provavelmente porque eu não sei cantar nem tocar nada (se não fosse esse pequeno detalhe…) Cansado de deixar meus textos na gaveta - ou no HD -, fiz uma página no Recanto das Letras, mas acabei também me cansando de lá. Aqueles comentários do tipo "beijos, poeta" me davam nos nervos. A verdade é que nada me leva a crer que, aqui, também não haverá esses comentários, mas a esperança é a última que morre. Na verdade, acho que aqui não terá comentário nenhum, hehehe!

Há uns dois anos, também comecei a escrever sobre literatura num pequeno jornal de Brasília, chamado Lago Notícias. Ah, sim, moro em Brasília, embora tenha nascido, crescido e perdido a virgindade no Rio.

Como esse foi um post de apresentação, vou, em seguida, postar um miniconto, coisa pequena. Já gastei linhas demais falando abobrinha. Vamos ver se esse negócio de blog vai para frente…

6 comentários:

  1. "(...) e perdido a virgindade no Rio."

    Isso sim é um poeta! Hahahahahaha

    Vou ver se passo por aqui de vez em quando! :)

    ResponderExcluir
  2. Claro que é! Eu nem falei "trepado pela primeira vez", "posto a boneca para funcionar", "colocado a perereca para tomar leite no canudo" etc etc. XD

    ResponderExcluir